TIPOS DE DRYWALL – QUAL ESCOLHER?

A utilização das chapas de Drywall é a nova tendência na realização de construções e reformas, e as razões que justificam tamanha popularidade são inúmeras. A primeira delas é a versatilidade, uma vez que elas possuem em sua composição diferentes materiais que garantem sua compatibilidade em diversos ambientes.

Os custos também são atraentes, já que, por virem prontas, dispensam o uso de materiais onerosos para sua colocação e são mais baratas do que construções em alvenaria, além disso, as chapas em Drywall são resistentes e possuem longa vida útil.

Versatilidade e amplas possibilidades de adequação

Muitas pessoas têm dúvidas sobre o que é o drywall gesso acartonado, a explicação é muito simples, o drywall consiste em placas de gesso revestidas com papel acartonado, ou seja, essa expressão apenas explana o material com o qual elas são confeccionadas.

Outra dúvida constante se refere às variações do drywall, espessura e cores existentes no mercado. No que diz respeito à espessura, ela pode variar entre 48, 70 e 90 milímetros nos drywall usados na criação de estruturas. Já as cores variam de acordo com sua funcionalidade:

  • Branco: Também chamado de Standart (ST), ele é usado na construção de forros e paredes secas, em locais não sujeitos à umidade. A instalação é simples e se resume à fixação em estruturas metálicas previamente colocadas nos locais que receberão as placas, além disso, ele é muito usado na formulação de divisórias de Drywall;
  • Verde: As placas recebem a pigmentação esverdeada para assinalar sua resistência à água (RU), ou seja, durante sua confecção elas recebem componentes hidrofugantes (que repelem água) e são indicadas para áreas consideradas molhadas, tais como banheiros, cozinhas, lavanderias e demais locais sujeitos a respingos.

Por não absorver água, essa placa é ideal para realizar o assentamento de cerâmica com a utilização de argamassa, porém é recomendada a aplicação de impermeabilizantes na base das paredes, em média 20 centímetros a partir do piso, para potencializar suas características;

  • Rosa: A pigmentação rosada indica que as placas de drywall possuem maior resistência ao fogo (RF), pois possuem fibra de vidro em sua estrutura, o que permite maior retardo na propagação de incêndios, já que o fogo consumirá primeiramente as fibras de vidro, para só então consumir o restante do material.

Seu uso é indicado em escadas de incêndios, portas corta-fogo e demais áreas em que há exigência legal para utilização de materiais que dificultam a propagação do fogo, de acordo com o determinado pela NBR 15575:2013.

Na Anísio Revestimentos é possível encontrar todos os tipos de drywall citados, além dos melhores profissionais para instalação das placas e estruturas necessárias à sua fixação, com preços atraentes e uma equipe de atendimento sempre pronta a orientar sobre as escolhas mais adequadas para cada projeto.

3 respostas para “TIPOS DE DRYWALL – QUAL ESCOLHER?”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *